Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Como deve ser nosso Relacionamento com Deus

Em nossa caminhada com Deus só há uma forma correta de caminhar. Que é seguir as instruções de Deus aprendendo através de sua palavra ( Bíblia ) seus ensinamentos e de como caminhar em sua presença, sabendo que enquanto estivermos no centro de sua vontade Deus estará conosco nos guiando e nos direcionando para mais perto dele Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos. Salmos 32:8)   Desde a queda do homem, no Éden, o homem perdeu o seu relacionamento intimo com Deus, porém pelas suas infinitas misericórdias o homem não ficou para sempre longe de Deus. A primeira medida de Deus após o homem receber as consequências de seu pecado e de seu afastamento da presença de Deus, foi prometer a restauração desta comunhão e deste relacionamento, esta comunhão foi restaurada através das Misericórdias de Deus, e da Graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Com a queda do homem podemos tirar como lição, que se quisermos manter nosso comunhão com Deus precisamos temer ao Senhor e sua palavra. Lembrando que temer não tem o sentido de ter medo e sim respeito e honra pelo Senhor e pela sua palavra. O salmista inspirado por Deus nos deixou registrado em: ( Salmos 111.10 O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre.)

O homem pode até em um determinado momento se esquecer de seu criador, quando isto acontece o nosso relacionamento com Deus esfria, contudo Deus em momento algum nos abandona ou se esquece de nós, porém quanto mais nos aproximamos de Deus melhor fica o nosso relacionamento com Deus,  e maior é nossa probabilidade de sermos abençoados pelo Senhor. ( O Senhor se lembrou de nós; ele nos abençoará; abençoará a casa de Israel; abençoará a casa de Arão. Salmos 115.12)

Quando nos afastamos de Deus corremos um grande perigo, isto porque o nosso coração sem Deus tem a tendência de fazer coisas más, coisas abomináveis aos olhos do Senhor. A medida que ficamos mais distantes do Senhor aumenta as chances de seguirmos um caminho que nos levará diretamente ao abismo, reconhecendo isto o salmista diz: Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno. Salmos 139:23,24)

Em contra-partida quando nos aproximamos do Senhor, o Senhor nos constrange ao arrependimento e nós não temos mais prazer em fazer nada desagradável aos olhos do Senhor, e o Espírito Santo nos convence do pecado da justiça e do juízo, e sentimos a necessidade de receber o perdão de Deus, e assim começa uma conversão em nosso caminho e deixamos de andar no caminho que conduz a perdição e condenação e morte, e passamos a andar pelo caminho que nos conduz a vida eterna. O que precisamos fazer é reconhecer a Jesus como nosso Deus e Salvador. ( Provérbios 3.6 Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.)

A medida que vamos nos aproximando do Senhor, mais nós percebemos o amor de Deus para conosco. A verdade é que Deus sempre nos amou, porém os nosso pecados cegava os nossos olhos espirituais e não conseguíamos enxergar o seu amor para conosco, e pensávamos até mesmo que por estarmos tão distante de Deus e fazendo coisas tão desagradáveis aos olhos de Deus, achávamos que Deus não nos amava, até que percebemos que embora Deus abomina o pecado o Senhor ama o pecador. ( Provérbios 8.17 Eu amo aos que me amam, e os que cedo me buscarem, me acharão.)



RECOMENDO: Mantendo um relacionamento com Deus - Pastor Cláudio Duarte



Nenhum comentário:

Postar um comentário