Por quanto tempo, Senhor, devo pedir ajuda, mas você não escuta? - Habacuque 1: 2

Frangos assustados se espalharam enquanto caminhões de socorro atravessavam as cabanas da aldeia.Crianças descalças olhavam. O tráfego nesta "estrada" devastada pela chuva era raro.
De repente, uma mansão murada apareceu à vista do comboio. Era a casa do prefeito - embora ele não vivesse nela. Seu povo carecia de necessidades básicas, enquanto ele descansava em luxo em uma cidade distante.
Tal injustiça nos irrita.Isso irritou o profeta de Deus também.Quando Habacuque viu uma opressão desenfreada, ele perguntou: “Por quanto tempo, Senhor, devo pedir ajuda, mas você não escuta?” (Habac. 1: 2). Mas Deus notou, e Ele disse: “Ai daquele que acumula bens roubados. que edifica a sua casa por causa de ganhos injustos! ”(2: 6, 9). O julgamento estava chegando!
Congratulamo-nos com o julgamento de Deus dos outros, mas há um ponto pivot em Habacuque que nos dá uma pausa: “O Senhor está em seu santo templo; que toda a terra fique em silêncio diante dele ”(2:20).Toda a terra. O oprimido junto com opressores. Às vezes a resposta apropriada ao aparente silêncio de Deus é. silêncio!
Por que silêncio?Porque nós facilmente ignoramos nossa própria pobreza espiritual. O silêncio nos permite reconhecer nossa pecaminosidade na presença de um Deus santo.
Habacuque aprendeu a confiar em Deus e nós também podemos.Nós não conhecemos todos os Seus caminhos, mas sabemos que Ele é bom. Nada está além de seu controle e tempo. - Tim Gustafson
Senhor, quando surgirem problemas, podemos orar como Habacuque: “Ouvimos sua fama; nós nos admiramos das suas ações. Repita-os em nossos dias; em nosso tempo os torne conhecidos ”(Habac. 3: 2).
Leia: Habacuque 1: 1-4;2:20
Os justos se preocupam com a justiça para os pobres, mas os iníquos não têm essa preocupação.Provérbios 29: 7