Cobranças na medida certa

Os pais devem aprender a lidar com os erros da criança e fazer cobranças na medida correta para evitar que ela precise mentir. E também saber agir diante de uma mentira. Principalmente servir de modelo da verdade, as crianças aprendem muito com o modelo, oferecido se os pais ensinam a verdade e praticam a verdade é exatamente isso que a criança vai aprender.
Os pais não podem ignorar que as mentiras estão sendo ditas, más não devem ter cuidado em chamar atenção, ao mesmo tempo tem que estar em constante observação da constância e gravidade das mentiras contadas, e não perder a confiança da criança.
É muito importante entender isso que ao invés de brigar com o filho ou guardar ressentimentos, quando eles confessam os pais precisam mostrar que é sempre mais correto e vantajoso dizer a verdade.
Se a criança diz que fez toda a lição de casa e os pais descobrem que ela não fez nada, é preciso explicar para a criança que ela errou duas vezes: ao mentir para os pais, e ao não fazer a lição. E provará para criança que mentir é feio, prejudicial, más lembre que isso só funcionará cem por cento, se ela presenciar isso em casa.
Há muitos livros criativos, que contam histórias sobre as mentiras e suas consequências desde cedo é bom usar estes recursos, ler para os pequeninos livros que tratem do assunto e mostrem criancinhas que se deram mal tentando enganar pais, colegas e professores. E mostrar as pessoas que se dão bem por causa da verdade. Tudo na vida é ensinado, aprendido. No livro de Provérbios aprendemos: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele (22:6)”.
Claro que não podemos ser ignorantes, e saber que está lidando com um ser humano pequeno, mas com grande capacidade, de fantasias e passa por fases, e aprende mais com criatividade também, e respeite acima de tudo as idades, as fases, no meu filho “como fazer de seu filho uma criança feliz, explico bem as fases, dos afetos das crianças, como se formam estes afetos, e como você o adulto tem poder de influenciar por bem e por mal uma criança.
O filósofo alemão Nietzsche chegou a alegar que, “às vezes, mentimos para não sermos descorteses”
“Filhos dos homens, até quando convertereis a minha glória em infâmia? Até quando amareis a vaidade e buscareis a mentira? (Selá.)” Salmos 4:2.

Fonte: Gospel Mais