Se Deus quer que todos sejam salvos, por que não salva todos?





   Pedro diz que alguns dos escritos de Paulo são difíceis de entender e “pessoas não preparadas e instáveis” os distorcem para sua própria destruição. 2 Pedro 3:16. O que ele está se referindo aqui?
   Paulo diz repetidas vezes: “Deus quer que todos sejam salvos”. 1 Timóteo 2: 4. “Deus é o Salvador de todos, mas especialmente daqueles que têm fé.” 1 Timóteo 4:10. “Como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos serão vivificados”. 1 Coríntios 15:22. Pedro concorda: “Deus quer que todos se desviem do pecado e ninguém se perca”. 2 Pedro 3: 9.
   Além disso, uma vez que Deus quer que todos os homens sejam salvos, todos os homens serão salvos. Isso porque: “Deus opera todas as coisas conforme o conselho de sua vontade”. Efésios 1:11. Deus diz: “'Meu conselho permanecerá, e eu farei todo o meu prazer'. Isaías 46:10. “De fato eu falei isto; Eu também farei isto acontecer. Eu decidi isso; Também o farei. ”Isaías 46:11.
   Pedro observa que a revelação de Paulo de que todos serão salvos estava sendo usada por alguns para justificar a continuação do pecado. Cristãos carnais pensam: “Se todos forem salvos, então não preciso ser justo; aconteça o que acontecer, eu serei salvo.
   De fato, Paulo diz que quanto mais pecamos, mais graça Deus provê: “A lei entrou para que a ofensa abundasse. Mas onde abundou o pecado, superabundou a graça, de modo que, assim como o pecado reinou na morte, assim também a graça reinará pela justiça para a vida eterna, por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor. ”Romanos 5: 19-21.
   No entanto, antecipando que alguns podem concluir isso lhes dá licença para pecar, Paulo pergunta: “Continuaremos no pecado para que a graça possa abundar? Certamente não! Como nós que morremos para o pecado viveremos mais nele? ”Romanos 6: 1.
                                                Cordas de amor
   O problema vem de não ter a mente de Cristo. A sabedoria do homem leva à presunção de que a severidade de Deus levaria prontamente os homens à salvação. Portanto, os fundamentalistas cristãos criam um inferno extra-bíblico destinado a amedrontar os homens no reino de Deus.
   Mas Deus adverte: “Meus pensamentos não são seus pensamentos, nem seus caminhos são meus. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais elevados do que os vossos caminhos e os meus pensamentos mais do que os vossos pensamentos. ”Isaías 55: 8-9. Assim, Jesus observa que os líderes religiosos ensinam como doutrinas os mandamentos dos homens em vez dos mandamentos de Deus. Marcos 7: 7
   As grandes possibilidades do poder de Deus conhecer o poder de Jesus 2
   Deus é amor e ele não leva os homens à salvação através do medo. Pelo contrário: “Não há medo no amor; mas o amor perfeito expulsa o medo, porque o medo envolve o tormento. Mas aquele que teme não foi aperfeiçoado em amor. ”1 João 4:18. Deus nos leva à salvação através do seu amor. Ele diz: “Eu os desenhei com cordas suaves, com faixas de amor, e fui para eles como aqueles que tiram o jugo do pescoço deles. Eu me inclinei e os alimentei. ”Oséias 11: 4.
Um requisito básico da salvação é o arrependimento do pecado. No entanto, o medo do inferno mítico não leva ao arrependimento. É: “a bondade de Deus que leva ao arrependimento”. Romanos 2: 4. Quando Deus é bom para nós, mesmo a despeito de nossos pecados, isso nos derruba e nos faz arrepender-nos.
                                                   Cair da graça
   Da mesma forma, a sabedoria do homem diz que, se Cristo salvará todos os homens, por que se preocupar em viver em retidão agora? Aqueles tolos o suficiente para pensar assim provavelmente cairão da graça. Nenhum homem é salvo por direito ou mérito. “Não há justo, nem sequer um.” Romanos 3:10. “Porque pela graça sois salvos pela fé, e isto não vem de vós mesmos; é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie. ”Efésios 2: 8-9.
   Portanto, se Deus salva alguns e não todos, ele seria culpado de favoritismo. Mas “Deus confiou a todos os homens à desobediência, para que ele tivesse misericórdia de todos”. Romanos 11; 32. No entanto, o fato de que todos os homens serão salvos não significa que todos os homens vão escapar da punição. Aqueles que desprezam a graça de Jesus receberão a mais severa punição de todos.
   Se continuarmos a pecar deliberadamente depois de termos recebido o conhecimento da verdade, não haverá mais nenhum sacrifício que cubra esses pecados. Há apenas a terrível expectativa do julgamento de Deus e o fogo violento que consumirá seus inimigos. Pois quem se recusou a obedecer à lei de Moisés foi morto sem misericórdia pelo testemunho de duas ou três testemunhas ”.
   “Pense o quão pior será a punição para aqueles que espezinharam o Filho de Deus, e trataram o sangue da aliança, que nos tornou santos, como se fossem comuns e profanos, e insultaram e desprezaram o Santo. Espírito que traz a misericórdia de Deus para nós. Porque sabemos quem disse: 'Vou me vingar. Eu vou pagá-los de volta. Ele também disse: 'O Senhor julgará seu próprio povo'. É terrível cair nas mãos do Deus vivo. ”Hebreus 10: 26-31.
                                                          Choro e ranger
   Quando o verdadeiro conhecimento vem e Cristo é revelado pela visão e não apenas pela fé, muitos serão atormentados pela exclusão de seus conselhos.
   Jesus diz: “Ali haverá choro e ranger de dentes quando virdes Abraão, Isaque, Jacó e todos os profetas no reino de Deus, e vós lançados fora. Eles virão do leste e do oeste, do norte e do sul, e se assentarão no reino de Deus. E, de fato, há os últimos que serão os primeiros e os primeiros serão os últimos. ”Lucas 13: 28-30.
   Nada pode tornar um pecado menos pecaminoso
    Cuidado, porque o primeiro que se tornará o último provavelmente será um cristão que desprezou a graça de Deus. No dia do julgamento, será mais tolerável para o incrédulo do que para o crente infiel. Será mais tolerável para aqueles a quem o evangelho não foi pregado do que para aqueles que o desprezaram ou rejeitaram.
   Jesus diz: “Aquele servo que conheceu a vontade do seu senhor, e não se preparou nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos golpes. Mas quem não conheceu, mas cometeu coisas que merecem riscas, será espancado com poucos. Para todos a quem muito é dado, muito dele será exigido; e a quem muito foi cometido, dele perguntarão mais. Lucas 12: 47-48.
   Essas listras são equivalentes a destruição? Sim! Há esperança para o homem após a destruição do Senhor? Sim! Mas a duração dessa penalidade não pode ser eterna precisamente porque Deus é amor. O trono de julgamento de Deus é estabelecido em misericórdia e não em vingança:
   “Em misericórdia, o trono será estabelecido; e se assentará sobre ela na verdade, no tabernáculo de Davi, julgando e buscando a justiça e apressando a justiça. ”Isaías 16: 5.

   “Eu restaurarei seus juízes como no primeiro e seus conselheiros como no começo. Depois, você será chamada a cidade da justiça, a cidade fiel. Sião será resgatada com justiça e seus penitentes com justiça. ”Isaías 1: 26-27.